Home » Artigos » BÚSSOLA DO EVANGELHO

BÚSSOLA DO EVANGELHO

Há alguns séculos, nas terras de Portugal, nasceu um menino que foi chamado por João. De sua família nada se deu conhecer. Sobre ele, João, sabemos que estudou medicina e, como era de costume, veio buscar novas oportunidades nas terras brasileiras.

Finalizada sua romagem planetária, o corpo biológico deitado em solo da pátria adotiva, liberto das barreiras da carne, João renasce para o plano espiritual, prosseguindo com suave determinação e empenho na difusão do amor ao próximo, inspirando as pessoas mais atentas a dor alheia, aqueles de emoções mais sensíveis a se atentarem aos menos favorecidos e aos ensinos do Evangelho de Jesus.

As vibrações de amor, carinho e mansuetude espargidas por esse abnegado trabalhador foram percebidas de pronto, e muitos núcleos espíritas, amalgamados nessa fusão do bem, ergueram casas, abrigos e trabalhos de acolhimento físico e emocional por onde foram e, ainda, são necessários. Assim, na década de mil novecentos e trinta, deu-se início ao atendimento da Fundação João de Freitas. De lá aos dias presentes, mantém com empenho e determinação vivas as lições de seu patrono.

Se muito já não fosse o esforço para tanto trabalho de amparo vital, maior é o jorro de ensinamentos e o socorro espiritual regidos pelas mãos afetivas desse quase desconhecido trabalhador do Cristo.

Por razões alheias no plano visível, quando ainda muito jovem, a menina Isabel teve seus primeiros contatos com a espiritualidade e, posteriormente, com João de Freitas. Esses dois, cada um em seu plano existencial, deram-se as mãos; educador e educanda, professor e aprendiz, iniciaram a jornada para a difusão e expansão do ensino do Evangelho Segundo o Espiritismo.

Mais de setenta anos passados, a caminhada prossegue na Comunidade Espírita A Casa do Caminho, que sob a orientação de João de Freitas, voz firme e fidelidade de sua fundadora Isabel Salomão de Campos junto à numerosa equipe mantém vivas e vibrantes as emanações da espiritualidade maior, ensinando lições de vida e de amor, os porquês de aqui estarmos e, se retornamos, não o é para sofrer e sim para corrigir as falhas do passado remoto. Ensinamentos que nos levam a compreender que a dor é resultado de nossa desconexão com o bem, e, quando esse bem for a opção primeira, tudo se acalmará em nosso mundo interior.

João de Freitas, esse trabalhador incansável e silencioso do Cristo, está e estará sempre junto daqueles que sofrem, socorrendo, trabalhando incessantemente com carinho e lealdade ao Cristo, promovendo, durante tantas décadas, o bem comum com a mesma naturalidade com que respiramos.

Por isso e um tanto mais, nossa gratidão a João de Freitas, mentor espiritual da Comunidade Espírita A Casa do Caminho, nossa bússola do Evangelho, cujo Norte é o Cristo.

Por Iriê Salomão de Campos, Comunidade Espírita “A Casa do Caminho” – ‘Artigo do Dia’ Publicado no espaço quinzenal cedido pelo Jornal Tribuna de Minas – 17 de setembro 2016 – Juiz de Fora – MG.